Arquivo da tag: Educador

GENTILEZA GERA GENTILEZA

Logo Gentileza

Esta frase escrita por um homem sábio e pouco conhecido, Sr. José Datrino – o Profeta Gentileza, é uma das verdades mais interessantes que já ouvi.

Se observarmos nosso dia a dia moderno, estamos em uma época em que vivemos correndo (apesar de não sabermos para onde!) e que pouco convivemos com nossa família, amigos e com nós mesmos.

Esta correria tem tornado o homem um ser mais desatento para valores muito importantes do seu convívio, nos meios em que transita, seja na família, entre amigos, no trabalho e no meio social.

A gentileza, quando praticada, proporciona resultados fantásticos, mas quando a esquecemos, esses resultados podem ser muito desagradáveis!.

Experimente em um dia de trânsito intenso, não dar passagem a um veículo bastante apressado, que não consegue esperar sua vez e está quase batendo em seu carro. O que pode acontecer? São inúmeras as possibilidades e nem sempre positivas. Isto nós passamos e também presenciamos todos os dias!

Agora vejamos uma situação oposta, em que você simplesmente dá passagem para este veículo. O indivíduo vai embora na sua pressa, as vezes lembra de lhe agradecer, porém o mais importante é que você segue seu caminho em paz e com a tranquilidade de quem acabou de praticar uma gentileza.

A gentileza pode ser praticada em dezenas de outras situações do nosso cotidiano: em uma fila de banco, do supermercado, do aeroporto, no ato de dar um “bom dia” ao entrar no elevador, ao passar pela portaria do prédio, ao chegar no local de trabalho e também para pessoa que acorda ao nosso lado, todos os dias!

E você pode me perguntar! O que vou ganhar com isto?

Eu lhe digo que, no mínimo, uma onda de gentileza de retorno, na forma de um bom dia, de um sorriso sincero, um muito obrigado, um aceno de mão ou mesmo nenhum gesto ou palavra. Apenas a sensação interna de ter feito algo gentil, que não custou nada, e pode ter feito uma baita diferença na vida da pessoa que recebeu sua Gentileza!

Cássia Amélia Chieco – COLABORADORA DO BLOGSFERAS

CASSIA CHIEKOCássia Chieco: Master Coach pelo Center For Advanced Coaching (USA) e Practtioner em PNL pela Sociedade Brasileira de PNL. É executive, professional e life coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching. Graduada em Gestão de Empresas pela FMU (SP) e em Educação Física pela Universidade Católica (BA). Tem 10 anos de experiência na área comercial, atua como consultora em desenvolvimento de pessoas e membro participante na Academia de Coaching.

Anúncios

A JORNADA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO

Ostras-e-a-perola“Cada ser humano possui uma beleza física e psíquica original e particular. Aprenda diariamente a ter um caso de amor com a pessoa bela que você é, e desenvolva um romance com sua própria história. Não se compare a ninguém, pois cada um de nós  é um personagem único no teatro da vida”. 

Augusto Cury

Todos nós, sobretudo enquanto envolvidos no desenvolvimento humano, devemos ter algumas premissas sem as quais é impossível realizar a contento nossa missão.

Enxergar o outro como verdadeiro outro – como disse Carl Rogers – e entender que limitações e habilidades diferenciadas fazem parte do indivíduo e lhe conferem particularidades únicas de ser.

A verdadeira educação consiste em desenvolver potencialidades e ajudar a transposição de “limites” e obstáculos, respeitando as singularidades pessoais. Jamais pretender formatar segundo padrões predeterminados. E – mais importante que tudo – AMAR o que se faz e por QUEM se faz.

Ao longo da minha caminhada no magistério (como docente, discente e mãe de aluno), reeducação de detentos e atuação no desenvolvimento humano, vi e vejo inúmeras tentativas de formatar pessoas, inclusive crianças, quase sempre roubando-lhes a chance de brilhar como estrelas únicas que são.

Por causa do sistema, do capitalismo, de um sem fim de limitações? Não importa qual seja a desculpa. Mas, com certeza, há, por detrás disso, insuficiência de preparo e, não raro, ausência de sensibilidade.

E, por falar em sensibilidade, abaixo compartilho um filme que traz a história de um garoto que passou a ser visto, pelos pais e professores, como um caso cuja solução foi o encaminhamento para um colégio interno. Lá foi encontrado por um professor que por fim o percebeu e tratou como o indivíduo singular que cada um de nós é. A partir daí a vida do garoto e a de todos ao redor se transformou.

Faça uma pausa para assistir ao filme e outra maior para refletir. Por exemplo, sobre questões que nos tocam de perto: que tipo de profissional estou sendo? Quanto AMOR tenho dedicado à atividade que exerço? E às pessoas com quem lido? Por detrás de quais desculpas tenho me escondido?

Assista Como Estrelas na Terra: https://www.youtube.com/watch?v=b6J0CCuA11w

 

RENATA FRIAÇA

Colaboradora do BLOGSFERAS  |  Coach  |  Facilitadora do Desenvolvimento Humano